sábado, 17 de outubro de 2015

REVOLUÇÃO FARROUPILHA - VÍDEO E ROTEIRO

Vídeo sobre os principais acontecimentos da Revolução Farroupilha.


Um trabalho dos alunos da turma 8B/2015. 
Faz parte das exposições do Museu Itinerante da Revolução Farroupilha.

ROTEIRO DO VÍDEO

Aluno1

Repórter escolar:
Apresenta série de reportagens sobre a História da Revolução Farroupilha

Começamos hoje a exibir a série de reportagens dividida em capítulos. Hoje primeiro episódio. Sobre os principais acontecimentos da Revolução Farroupilha. Vale a pena conferir.


Aluno 2
1835
         Explode a Revolução Farroupilha. A 20 de setembro, os revolucionários comandados por Bento Gonçalves tomam Porto Alegre, capital da Província. As causas são políticas, econômicas, sociais e militares. A Província de São Pedro do Rio Grande do Sul estava arrasada pelas guerras e praticamente abandonada pelo Império do Brasil, meio desgovernado depois da volta de Dom Pedro I a Portugal. 
Aluno 3
1836
         Já em, 11 de setembro o coronel farroupilha Antonio de Souza Neto, depois de estrondosa vitória sobre as forças imperiais brasileiras no Seival, proclama a República Rio-Grandense. Nesse mesmo ano Bento Gonçalves da Silva é aprisionado após a batalha da ilha do Fanfa e enviado com muitos oficiais farrapOS ao Rio de Janeiro e depois para o Forte do Mar, na Bahia. O governo da nova República se instala em Piratini e Bento Gonçalves da Silva é eleito presidente. Como está preso, assume em seu lugar José Gomes de Vasconcelos Jardim. Piratini é a Capital. 



Aluno 4
1837
         Organiza-se o governo republicano. São nomeados Generais Antonio de Souza Neto, João Manoel de Lima e Silva, Bento Gonçalves da Silva e mais tarde David Canabarro, Bento Manoel Ribeiro e João Antonio da Silveira. Enquanto durou, a República Rio-grandense só teve estes seis Generais. Nesse mesmo ano, a maçonaria consegue dar fuga a Bento Gonçalves, que de volta ao Rio Grande assume a Presidência da República. 

Aluno 1
1939
         A República parece consolidada, a marinha de guerra está sob o comando efetivo de José Garibaldi, corsário italiano trazido ao Rio Grande pelo Conde Livio Zambeccari, através da maçonaria. Os farrapos decidem levar a república ao Brasil. Um exército comandado por David Canabarro e apoiado pela Marinha de Garibaldi proclama em Santa Catarina e República Juliana. A capital da República Rio-grandense passa a ser Caçapava. 



Aluno 2
1841
         A Capital da República Rio-Grandense passa a ser Alegrete, onde se instala a Assembleia Nacional constituinte. 
1842
         Bento Gonçalves da Silva, no começo deste ano, se bate em duelo com Onofre Pires, que morre em consequência dos ferimentos. Após o duelo Bento Gonçalves da Silva entrega o governo e o comando do exército republicano. 
Aluno 3
1845
         A 28 de fevereiro os farrapos assinam a paz com o Império do Brasil no acampamento do Ponche Verde, em Dom Pedrito. O Rio Grande do Sul volta a fazer parte do Brasil.




Aluno 4
Hoje encerramos a exibição da série sobre a História da Revolução Farroupilha.
O homem é sujeito da história, faz, transforma, constrói e reconstrói fatos. Faz- se muito importante conhecer o passado, entender o presente e preparar o futuro.
Não vivemos de passado, mas necessitamos do seu legado. Parabéns aos Rio Grandenses do passado e aos gaúchos do presente.  

2 comentários:

  1. Muito legal. Não vivemos de passado, mas necessitamos do seu legado. Parabéns aos Rio Grandenses do passado e aos gaúchos do presente. http://historiasgaucha.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Explode a Revolução Farroupilha. A 20 de setembro, os revolucionários comandados por Bento Gonçalves tomam Porto Alegre, capital da Província. http://historiasgaucha.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir